Elena: Eu fui para casa hoje, pensando em fazer o que eu sempre faço; escrever no meu diário,

como eu escrevo desde que eu ganhei um quando minha mãe me deu quando eu tinha dez anos. Tudo que eu penso, vai para esse livrinho, que eu escondo na prateleira atrás de uma sereia horrorosa de cerâmica, mas aí eu percebi que tudo que eu tinha que escrever eu tinha que dizer para você.
Stefan: O que você tinha que escrever?
Elena: Eu ia escrever “querido diário”. Hoje eu me convenci que tudo bem desistir, não correr riscos. Ficar na zona de conforto sem dramas, não é a hora. Mas os meus motivos não passam de desculpas. E tudo que eu estou fazendo é me esconder da verdade, e a verdade é… Eu estou com medo, Stefan. Eu estou com medo de me deixar ser feliz por um momento, e aí o mundo inteiro desabar e eu não sei se vou conseguir superar.
Stefan: Quer saber o que eu ia escrever? “Conheci uma garota. Conversamos, foi incrível. E aí o sol nasceu e tudo voltou à realidade”, essa é a realidade, aqui e agora. 

beijos, julie.

About these ads

1 Response to “Elena: Eu fui para casa hoje, pensando em fazer o que eu sempre faço; escrever no meu diário,”



Deixar uma resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

WordPress.com Logo

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Log Out / Modificar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Log Out / Modificar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Log Out / Modificar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Log Out / Modificar )

Connecting to %s




Autora atual do blog

Juliane Cazumbá, 16/17 anos, baiana, lezonina, orgulhosa, curiosa, weird, delevingne's girlfriend, games of thrones, sherlock, friends <3

Follow Garotas de parar o trânsito ll on WordPress.com

Tudo aí:

Pra quem visita o blog sempre ♥

Em baixo das cobertas o mundo não me afeta consigo até sorrir.

Deitada o dia inteiro contei pro travesseiro tudo que dói em mim.

Talking, laughing, loving, breathing, fighting, fucking, crying, drinking, writing, winning, losing, cheating, kissing, thinking, dreaming.

SUPER VOTO PRA CASAR COM ESSA MULHER, SÓ AVISANDO

“Não puxo saco de ninguém, detesto que puxem meu saco também.

Não faço amizades por conveniência, não sei rir se não estou achando graça. Odeio dois beijinhos, aperto de mão, tumulto, calor, gente burra e quem não sabe mentir direito.''

“Mas chega. Hoje decidi que estou prestes a assumir meu coração vazio.

Não decidi isso movida por uma grande coragem ou por um momento de iluminação. Nada grandioso aconteceu. Apenas sinto que dei um pequeno, quase imperceptível, passo para uma vida mais madura. Eu simplesmente não suporto mais pintar o céu de cor-de-rosa para achar que vale a pena sair da cama.''

❁ feliz sem mim o caralho, tomara que vc se foda ❁

Tem que dançar charmoso, ser irônico, ser calmo, porém macho (ou seja, não explodir por nada, mas também não calar por tudo).

Tem que ser meio artista, mas também ter que saber cuidar dos meus problemas burocráticos. Tem que amar tudo o que eu escrevo e me olhar com aquela cara de: essa mulher é única.

aprenda a ser fofo c o tyler:

Quem pode cobrar da vida uma história de verdade se fica alimentando uma coisa desse tipo?

Chega. (…) Por isso, com muito custo, chacoalhei minhas mangas. E só eu sei o quanto doeu ver a melhor coisa do mundo indo embora. Doeu um, dois dias. No terceiro, a melhor coisa do mundo virou a melhorzinha. Que virou a décima melhor. Que não virou nada. Tati Bernardi

Se o meu humor depende da fase lua, do dia da semana, da estação do ano, da hora do dia, de como eu acordei e de quem está comigo?

Ninguém te ensinará os caminhos.

Ninguém me ensinará os caminhos. Ninguém nunca me ensinou caminho nenhum, nem a você, suspeito. Avanço às cegas. Não há caminhos a serem ensinados, nem aprendidos.

Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 84 outros seguidores

%d bloggers like this: