Rose: Esse era meu lugar favorito quando eu era uma garotinha. Como você soube?


Damon: As noticias correm… Você contou à Elena.
Rose: Estou sonhando?
Damon:
Rose: O sol é tão quente. Sinto falta disso. Sinto falta de ser humana.

Damon: Ser humano não é tudo o que se diz ser.

Rose: Eu tive amigos. Eu tive uma família. Eu me importava.
Damon: Você ainda se importa.
Rose: Não. Mas você se importa. Você construiu uma vida queira você adimitir ou não. Eu perdi 500 anos apenas existindo.
Damon: Você não teve escolha. Você estava fugindo do Klaus.
Rose: Sempre há uma escolha.
Damon: Sabe você está estragando um dia perfeito com a sua estranha baboseira psicologica.
Rose: Eu gostaria de curtir o ar fresco. Você vai apreciar comigo?
Damon: Por um tempo.
Rose: Obrigada.
Damon: Pelo que?
Rose: A dor passou.
Damon: Fico contente.
Rose: Eu os verei novamente? Minha família?
Damon: Eu acho que você verá quem você quiser ver.
Rose: Seria legal. Talvez eu veja Trevor também. Eu não estou mais com medo.
Rose: Eu aposto com você uma corrida até as árvores.
Damon: Bem você vai perder.
Rose: Eu sou mais velha e mais rápida.
Damon: Ah você acha? Bem eu estou criando esse sonho, talvez eu trapaceie.
Rose: No três. Um.. Dois… 
Damon:
beijos, julie.
Advertisements