Tive um vizinho que gritava com a namorada ao telefone, sem se importar que o prédio inteiro ouvisse:

31

“Não sei o que fazer! Fico mal contigo e fico mal sentigo!”. Sempre achei essa situação desoladora, e nem estou falando do português do sujeito. É duro ter apenas duas alternativas (ficar ou ir embora) e ambas serem terríveis. — Martha Medeiros

beijos, julie.

Anúncios