Ele é do tipo que odeia flores, cores e amores.

Ele acharia sem noção eu o colocar no meu coração e nunca mais o largar.
Ele é do tipo que impressiona no jeito de olha, e me decepciona, e me faz chorar. 
Ele é daqueles que vem de mansinho e destrata de todo carinho que eu tenho pra dar. 
Ele chega, me olha e me entrega, sem nem ao menos me tocar. 
Ele acha bestinha, o meu jeito menininha e me zua até cansar. 
Ele me acha mulher demais, o intimido sem notar. 
Ele ás vezes me odeia, mas eu sei que é só por tanto me amar. 
Eu o acho bonitinho, mas nem bravo, nem mansinho, senão prefiro trocar. Mas não gosto dele não, só acho bonito seu jeito de assoviar. — Juliane Cazumbá
 

beijos, julie.