Tenho sorte de ter você.

Sim, tenho sorte. Apesar de tudo, ainda acho que foi bom ter te conhecido e é bom sempre descobrir algo novo de você. Mas você é a novidade, é legal, é maneiro, mas estou acostumada mesmo é com aquela que faz meu mundo parar só pelo fato de existir, que me faz sentir como se eu fosse a única que ela sempre vai amar, que me faz esquecer quantas já teve antes de mim, e o melhor, me assegura de não me importar. Ela não é só palavras. Ela é tudo que você deveria ser e nunca será por ser tão você. Ela enxerga a gente. Ela consegue me fazer ficar nas nuvens mas mantendo meus pés nos chão. Ela é meu equilíbrio. Ela é o que me faz pensar que viver pode ser uma boa, e ao lado dela pode ser melhor. Ela é do tipo que fala várias vezes no dia que te ama, não pra lembrar a si mesma, mas pra você não esquecer. Ela é aquela que você tem que ter cuidado pra não machucar, por que ela mostra o que sente, ela não esconde, até tenta. Você guarda tudo só pra  ter quem culpar depois. Você deveria se sentir mal, por que ela é tão mulher, que te diminui. Ela é tão ela, que perto dela, nem metade de um homem você seria. Juliane C.

beijos, julie.