Não chorei, nem fiz alarde, fui mais mulher do que achei que seria.

E admito que até tinha reservado aquela horinha pra me lamentar e começar a dramatizar sobre o amor, mas ele não me deixou dormir. Por que por mais que ele me magooe e fale aos bocados do quanto eu sou sensível, ele me segurou até ás 5 de plena madrugada, me cobrindo de elogios e promessas. Ele me amou o suficiente pra abrir um espaço se eu quisesse falar, e uma sutileza pra mudar de assunto.

And i’m back new york, preparem-se k

beijos, julie a garota do blog.