Bom, hoje não fui pro colégio.

 

Inventei um resfriado qualquer e resolvi ficar em casa pra terminar a incrível 4ª temporada de Dexter, que vem me enlouquecendo por dias, mas como me considero multi tarefas, resolvi também começar uma  série que ja deveria ter terminado há muito tempo, The O.C um estranho no paraíso; (e não admito vocês não conhecem essa série se tiver pelo menos 15 anos e uma infância com relação maravilhosa com a tv aberta), mesmo já tendo assistido mil episodios fora de ordem, resolvi me sincronizar. E eu não paro por ai, comecei uma leitura espetacular do livro ”Juliete Nunca Mais” do Gabito Nunes, um escritor gaúcho que realmente me ganhou nesses últimos anos, e que me deu a ideia de faltar a aula, e uma coisa leva a outra, em algum do capitulo, ele cita O apanhador no campo de centeio, não lembro muito bem em que contexto, então comecei a ler também, e toda hora eu paro pra fazer alguma coisa, na ultima parada foi pra procurar uma trilha sonora pra leitura, acabou que queria Florece and the Machine, mas adivinha o que? O que? Eu não tenho o cd, frustante. Então escolhi The Kooks, ótima banda, ótima letra, vamos voltar a ler. Não pera, eu tenho que comer algo enquanto eu leio, certo? Só pra deixar mais divertido e tal, lá vou eu, mas te pergunto, que tipo de pessoa toma vinho acompanhado de salgadinho? Uma combinação mega normal, digo pra mim a cada gole que segundo o globo repórter, vinho faz bem pro coração e salgadinho é ruim pro colesterol, então meio que tô equilibrando tudo divinamente. 

         

Queria informar para todos vocês o que eu ando fazendo quando não posto esses benditos cliclês romanticos que me definem tanto huheuheuh 

beijos, julie.

Advertisements

#dexter, #florence-and-the-machine, #gabito-nunes, #juliete-nunca-mais, #the-kooks, #the-o-c, #the-o-c-um-estranho-no-paraiso