Odeio gente careta demais, certinha demais e anormal de menos.

Odeio gente bêbada, mas também odeio quem diz que não bebe só pra parecer correto. Odeio gente que tem medo de cometer bobagens. Odeio. Gente que acaba de conhecer e já diz que ama, gente que fala “ah hoje não” e gente que nunca se arrisca. Odeio gente que não dança numa festa, que gesticula demais e que me mandam calar a boca; odeio gente que mente, gente curiosa demais, que se acha sempre certo e principalmente aquelas que fazem escândalo. Odeio que gritem comigo e que ultrapasse meus limites, odeio gente negativa, gente que julga e também aquelas que rotulam. Odeio gente que acha que precisa menosprezar os outros pra ser feliz e gente egoísta. Odeio gente que não sabe guardar segredo, gente insegura demais e também desgosto daquelas que gostam de ser o centro das atenções. Odeio puxa saco, gente que rir sem achar graça, que se finge de santo e gente burra. E eu só queria dizer pra toda essa gentinha, um saí pra lá bem grande.. Juliane Cazumbá

beijos, julie.